Posted in:

O que aprendemos no RD on the Road 2019: insights valiosos para transformar o seu negócio

  1. Evento itinerante de marketing digital e vendas. Foto: Divulgação
  2. Meme histórico da RD
  3. Foi um dia de muito conhecimento, mas não poderíamos deixar de registrar o momento
  4. É preciso se reiventar: recado da Glória Maria. Foto: Fabielle Zemolin

Evento itinerante de marketing digital e vendas. Foto: Resultados Digitais

Evento itinerante de marketing digital e vendas. Foto: Resultados Digitais

 

Na última semana rolou em Porto Alegre o RD on the Road, evento itinerante de marketing digital e vendas da Resultados Digitais, que acontece todos os anos desde 2014 em algumas cidades brasileiras. O evento antecede o RD Summit, maior evento da área na América Latina. Com a proposta de explorar caminhos, levar conteúdo de qualidade e proporcionar uma real imersão de conhecimento aos participantes, a edição de 2019 trouxe de uma forma leve e atrativa, diversos hacks sobre como entregar o melhor serviço ao seu cliente e como aplicá-los no dia a dia do trabalho.

Para conferir de perto o Rd on the Road, nossos dieidiers Fabielle, Lorenzo e Natani embarcaram nessa missão juntos, e o que eles trazem de insights você confere agora!

Gere valor, depois gere negócios

Eleito 3x a principal referência em Facebook Ads no Brasil, Fábio Prado Lima abriu as atrações do dia. De forma prática ele explicou a importância da empatia para entender as pessoas com quem a sua empresa quer se comunicar, através de suas dores e desejos.

Outro ponto muito relevante da palestra foi a explicação das métricas e segmentações dos públicos, que devem ser aplicadas em qualquer estratégia de marketing digital, já que 60% da decisão de compra acontece antes do consumidor conversar com o vendedor.

A frase gere valor, depois gere negócios foi repetida diversas vezes em sua fala, e demonstra que “o melhor relacionamento é quando as duas metades acham que têm a melhor metade”.

 

Conteúdo que realmente impacta

Qual o poder de um conteúdo bem elaborado? Foi assim que o mentor de negócios e co-fundadora da Linkedyou, Edu Costa começou a sua palestra, buscando explicar a estesia da estética, que explica como aquilo que fazemos é visto pelas pessoas e impacta em suas vidas.

Entre as dicas para produzir um conteúdo diferente, o Edu mandou a letra quando disse para focar em histórias, não só dos negócios, mas dos clientes também. Como? Com conteúdos feitos em diversos formatos: vídeo, artigo, cases de sucesso, que sigam o conceito AIDA (atenção, interesse, desejo e ação).

Além disso, ele fez um check-list de ações para os profissionais da área produzirem com mais expertise:

  • Invista muito em copywriting
  • Crie hubs de conteúdo
  • Comece pelo fundo do funil (pode ser bom, faça testes)
  • Acerte os formatos e inove na criação com comparativos, guias, tutoriais, depoimentos, etc.
  • Seja autêntico e humano nas redes sociais

 

Seja autêntico e humano nas redes sociais

Se teve uma palestrante que inspirou muito a gente, foi a Carolina Lima. Não seria diferente, afinal, ela é Digital Strategist da RD, responsável por cuidar de todas as redes sociais da empresa.

Para introduzir a palestra ela mostrou dicas para engajar as pessoas com um conteúdo inspirador:

  • Conteúdo é empatia
  • Somos pessoas criando conteúdo para outras pessoas
  • Na RD educamos entretendo e entretemos educando
  • Você leva as pessoas para onde desejar se a história é boa

Produzir conteúdo para se conectar com as pessoas, ser autêntico e humano foi uma dos ensinamentos mais valiosos da Carol, além, claro de enxergar oportunidades para fazer algo que gere engajamento com o público. Um bom exemplo disso aconteceu no início do ano, quando uma publicação de meme foi trazida para o contexto da RD e foi o mais curtido de toda a história.

Meme histórico da RD

Imagem: Resultados Digitais


 

Ela lembra que para usar memes tem que entender se o seu negócio está preparado para isso, tudo é uma questão de perspectiva e de ganhar o coração daqueles que acompanham a sua marca.

 

Criatividade e improviso para sair do óbvio

O que um profissional precisa para se destacar no mercado? Para o ator, comediante e palhaço profissional Marcio Ballas, as características principais são a flexibilidade e a adaptabilidade.

Ballas vê  a criatividade como "uma ferramenta para a solução de problemas", e assim nos passa a mensagem de que devemos ser questionadores do mundo ao usarmos o questionamento: e se…?

Outra dica interessantíssima que o Marcio passou para a gente foi a de que somos mais criativos juntos, mas que para isso acontecer é preciso:

  • aceitar
  • enterrar o não
  • entender que o erro faz parte do processo
  • improvisar/ experimentar

 

O marketing muda todos os dias

A frase acima não é nenhuma novidade, mas para o CMO da Rock Content, Vitor Peçanha o foco devem ser as pessoas. “Se você não entende de pessoas você não entende marketing”, destaca, e aposta na psicologia para criar conteúdos que despertem emoções.

Peçanha usou exemplos para reforçar a tese que não tomamos decisões baseadas em números como dados do IBGE, mas sim na forma com que interpretamos as informações de uma narrativa.

Também foi explorado na palestra que devemos fisgar a atenção do público, com um marketing de conteúdo interessante e escaneável, sem desconsiderar uma situação ou contexto.

Deu praia no stand da Resultados Digitais

Deu praia no stand da Resultados Digitais

 

Data Science e Machine Learning como ativos da estratégia

Leonardo Naressi trouxe para o palco as melhorias da utilização de data science e machine learning como ativo estratégico de uma empresa. “Se você não usar a tecnologia de análise de perfil dos clientes, você vai basicamente tratar todo o público da mesma forma e eles não são iguais”.

Leonardo acredita ainda, que a consequência natural do desenvolvimento do mercado seria o uso do machine learning de forma mais ampla no marketing. O machine learning pode nos ajudar a finalmente a replicar a inteligência das coisas para o mundo digital e proporcionar uma melhoria de vida para as pessoas.

Um exemplo perfeito é o buscador do Google. Se você pesquisar sobre agências de marketing, ele vai te mostrar infinitas possibilidades de escolha, as rotas de acordo com a sua localidade, além de blogs com conteúdos. Isso acontece com tudo o que pesquisamos mas só é possível graças à inteligência artificial.

Pontos de análise para aplicar data science e machine learning:

  • Combinar ferramentas e dados
  • Usar dados para comprovar uma hipótese
  • Usar dados para iniciar algo novo e identificar o que não está dando certo, excluir de vez a possibilidade de iniciar uma estratégia com base na intuição

Se o intuito é vender, imagine ainda criar uma landing page inteligente. Você poderia trazer a perspicácia do vendedor para dentro dela, usando a tecnologia

 

Reinvente-se todos os dias

Com a palestra “A arte de se Reinventar”, a talentosa e agora também rainha dos memes,  Glória Maria, engajou o público contando as suas histórias de superação ao longo da carreira de jornalista.

O carisma de Glória, cativou o público com um discurso empoderador sobre aceitar desafios e vencer obstáculos na vida, sem ter medo de ousar.


Por Fabielle Piazer Zemolin – content producer na GH Branding

 

 

 

 

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *