O universo das brandtechs

O universo das brandtechs Descubra como a metodologia brandtech pode impulsionar negócios em escala global

Brandtech é um termo originado do inglês brand= marca e tech= tecnologia. Nós chamamos de brantech a metodologia que criamos aqui dentro da GH Branding, ela representa uma nova forma das companhias reformularem suas operações para desenvolverem produtos e serviços únicos, com foco em performance e experiência do usuário.

O uso da tecnologia como parte da construção de marca já é realidade no cotidiano de muitas empresas em escala global. Por isso, hoje vamos falar sobre o universo das brandtechs e como você  pode impulsionar seu negócio daqui para frente, inspirado em cases de empresas que souberam implementar muito bem o conceito.

Brandtech e a mudança de mindset nos negócios

Mudar o mindset dos negócios vai muito além de mudar processos internos, o que cabe aqui é a mudança da mentalidade de empresas e suas equipes. Para o CSO da GH, Tiago Denardin “Atualmente, precisamos entender onde direcionar a energia para continuar entregando valor, com benefícios relevantes ao mercado”.

O Airbnb é um bom exemplo de empresa que utiliza o brandtech para adaptar o negócio aos diversos altos e baixos da economia. Com viagens sendo canceladas por causa da crise do COVID-19, muitos “hosts” como são chamados os anfitriões das hospedagens, ficaram sem receber seus hóspedes.

Mas para mudar esse cenário é o propósito da empresa que vem ditando sua readequação ao mercado. Com o slogan: “We believe in a world where people belong anywhere”, o Airbnb ainda vende a experiência proposta em sua essência e tem o papel de contribuir na entrega da sua promessa. 

De acordo com a consultoria AirDNA depois de uma queda de 70% em suas reservas em mercados como Ásia e Europa, a plataforma registra crescimento da procura por estadias de longo prazo por quem busca isolamento. Além disso, a empresa também anunciou um fundo de US$ 250 milhões para ajudar anfitriões com custos de cancelamentos.

E a empresa faz jus ao seu legado como preferência em acomodações no mundo. Conta aqui, deu até uma saudade né? Além de pagar muito menos, temos o privilégio de conhecer pessoas e vivemos uma nova experiência durante a viagem.

Relatório STR: lista das maiores redes de acomodações do mundo

Como o brandtech levou o Nubank a faturar 2,1 bilhões

A maior fintech da América Latina é uma empresa totalmente digital. Mas diferente do que muita gente pensa quando se fala em digital, o Nubank soube muito bem como se manter próximo dos seus clientes e proporcionar experiências incríveis a todos eles.

VP e co-fundadora do Nubank, Cristina Junqueira afirma: “Nosso atendimento tem pessoas totalmente encorajadas a usar a criatividade para “encantar”, como nos casos em que enviam “mimos” e presentes em atendimentos específicos. E ainda ressalta de que essa relação é “o melhor marketing”.  

Veja só, o pessoal está até gerando menos lixo no planeta e comemorando por isso!

Tanta conexão assim, só poderia trazer resultados estratosféricos para os roxinhos. Em 2019 o Nubank chegou a um faturamento de 2,1 bilhões e conquistou mais de 20 milhões de usuários, considerando a NuConta e o cartão de crédito sem anuidade. 

É muito mais do que case de sucesso! É um modelo de negócio inovador, estruturado com alta tecnologia e focado totalmente em desburocratizar os serviços bancários. Tudo isso, claro, com pessoas competentes no time e uma marca forte.

E não para por aí: 86,4% dos brasileiros afirmam que indicariam o cartão Nubank para amigos e familiares. Isso também faz do Nubank o cartão de crédito mais recomendado do Brasil, segundo Pesquisa Nacional de Cartão de Crédito da CardMonitor e do Instituto Medida Certa.

Cartão de crédito mais recomendado no Brasil em 2019 é do Nubank
Espaços disruptivos caracterizam todo o escritório do Nubank em São Paulo

Você quer aplicar a metodologia brandtech no seu negócio? Saiba como dar os primeiros passos para implementá-la no artigo: O que o brandtech tem a ver com o posicionamento da sua marca?

Brandtech para escalar o crescimento

O COO da GH, Tiago Oliveira nos convida a refletir: “A transformação digital no marketing tornou mais que necessária a conversa entre as áreas norteadas pelo propósito de adotar tecnologias para conseguir conversar com seus públicos.”

Assim, as áreas de customer success e growth hacking das empresas cumprem papéis interdependentes junto à metodologia brandtech. Uma alimenta a outra. O growth hacking está sempre testando novas possibilidades de alimentar esse círculo, testando novas possibilidades e assim melhorando cada vez mais o relacionamento com seus clientes.

Ou seja, as empresas vão precisar de muita disciplina e mindset ágil para aplicar e escalar seu crescimento e, acima de tudo, muita persistência para superar as falhas. Como nós fazemos? A metodologia abaixo demonstra a interligação das áreas: sales, growth, customer success, tecnologia, customer experience e marketing orientadas pelo propósito da marca.

A área chamada whitespace representa o time dentro da empresa que está sempre buscando novas oportunidades de crescimento onde há menos competição. As pessoas representam nossos clientes e potenciais clientes.

Metodologia brandtech utilizada na GH

Para finalizar podemos dizer que a metodologia brandtech é bem mais ampla do que as áreas de marketing e branding. Utilizada com mais frequência no Vale do Silício, reflete uma tendência também entre empresas, e como vimos, em grandes startups que atuam no Brasil. 

Espero ter ajudado você a entender mais sobre o universo das brandtechs. Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro de todos os conteúdos sobre o tema! Se você tem alguma dúvida ou sugestão comente aqui embaixo ou nos mande um direct

Até a próxima! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like